Aproveite as férias curtindo a natureza

0
126
Logo_ICMBio

Aproveite as férias curtindo a natureza

Unidades de conservação oferecem passeios acessíveis para toda a família
O verão é a oportunidade perfeita para viajar, conhecer novos lugares, viver experiências gratificantes e colecionar boas histórias para contar na volta ao trabalho ou às aulas. Pensando nisso, por que não recarregar as energias juntinho à natureza nos parques nacionais que estão em todo Brasil?

Seja para aventureiros e quietinhos, para a criançada ou turma da melhor idade, há programas para toda a família e todos os tipos de gostos e bolsos nas mais variadas paisagens em unidades de conservação federais, todas elas geridas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
Confira a seguir um roteiro com unidades de conservação perfeitas para conhecer nestas férias.

Além das praias

Não só pelas praias paradisíacas e água quentinha do Oceano Atlântico, quem estiver na região Nordeste tem várias opções de lazer nas unidades de conservação federais. Quem estiver interessado no visual único das dunas pode visitar o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA), um cenário singular no mundo, um deserto gigantesco à beira-mar, mas o visitante também pode se refrescar com banhos de lagoas e em torno do Rio Preguiça. Outro local com um campo de dunas é o Parque Nacional de Jericoacora (CE) que atrai visitantes em busca da imagem incrível com o sol que se põe sobre o mar.
Ainda no Ceará, o Parque Nacional de Ubajara é um oásis verde no meio do sertão na Serra da Ibiapaba, sendo a grande atração a Gruta Ubajara, uma caverna com 1,2 mil metros e aproximadamente 75 metros de profundidade.O Parque Nacional da Serra da Capivara é uma ótima alternativa para quem estiver atrás de um programa cultural, já que o local tem 173 sítios arqueológicos abertos à visitação, contendo registros de ocupação humana superiores a 100 mil anos de idade. Na fronteira entre Maranhão, Piauí e Ceará a Área de Proteção Ambiental e a Reserva Extrativista Delta do Parnaíba possuem espelhos d’água, mangues, dunas, lagoas e paisagens paradisíacas e um sol que brilha forte o ano inteiro.
 
 

Da serra para o mar

Está de férias no Rio de Janeiro? No Parque Nacional da Tijuca, está o Cristo Redentor, um dos pontos turísticos mais visitados do mundo, assim como atrações imperdíveis como os vários mirantes que dão uma visão privilegiada para a Cidade Maravilhosa.

Saindo da cidade, tem opções de leste a oeste, da serra ao mar. No norte fluminense, o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba possui 44 quilômetros de praias e 18 lagoas costeiras de rara beleza. Caminhadas, mergulhos e passeios de caiaque são opções para quem der uma passada pelo Parque.

Na região serrana, se encontra o paraíso dos montanhistas brasileiros, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos com os picos Dedo de Deus e Agulha do Diabo sendo ideais para a prática da escalada. O parque é diversão garantida para os fãs de trilhas, tendo até trilha acessível para os cadeirantes. Mais ao sul, se encontra o Parque Nacional do Itatiaia, com atrativos tanto na parte alta quanto na parte baixa, oferecendo trilhas, escaladas e caminhadas.

Descendo a serra, encontra-se o Parque Nacional da Serra da Bocaina, que, com suas paisagens de grande variação de altitude, tem picos, cachoeiras e mirantes bem como praias de beleza única permeadas pela beleza da Mata Atlântica.
 
Biodiversidade única e rica em Minas
O estado de Minas Gerais é uma região de grande beleza e riqueza da biodiversidade. O visitante interessado em conhecer múltiplas paisagens encontra isso em Minas Gerais. O sul do estado tem a Floresta Nacional de Passa Quatro como protetora de um importante ponto remanescente de Mata Atlântica. O local é perfeito para revigorar as energias com os deliciosos banhos de cachoeira e extensa área para piqueniques, leitura, meditação cercada pela natureza.
 

Os campos rupestres conferiram ao Parque Nacional da Serra do Cipó o título de “Jardim do Brasil”, dado pelo paisagista Burle Marx. O parque é cheio de nascentes, cachoeiras, cânions e cavernas. O norte do estado serviu como inspiração de João Guimarães Rosa para escrever a sua mais célebre obra, Grande Sertão Veredas. 

O Parque Nacional que leva o mesmo nome possui atrativos como a Cachoeira do Mato Grande, o Mirante da Seriema e a Vereda do Santa Rita. Ao lado, o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu oferece belas paisagens do Cerrado enriquecidas pela arte rupestre pré-histórica em sítios arqueológicos milenares.


Aventura pelo Planalto Central

Quem quiser curtir as belas paisagens do Cerrado, bem como a área de transição para a Caatinga, não pode perder as unidades de conservação do Distrito Federal e arredores. Cachoeiras, trilhas, piscinas de água corrente e a oportunidade de encontrar animais silvestres da região como tamanduá, antas e lobo-guará.

Na capital a Floresta Nacional e o Parque Nacional de Brasília são opções de lazer para quem pegar sua bike e sair pedalando por aí. As piscinas de água corrente são velhas conhecidas pelos brasilienses que buscam um refresco do calor da Capital. Mais ao norte, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi recentemente ampliado e conta com atrações de tirar o fôlego, inclusive para pessoas com necessidades especiais. O visitante também pode se surpreender com a riqueza e a diversidade da fauna e flora locais, bem como com a hospitalidade dos povos da chapada. Não muito longe, a Área de Proteção Ambiental Nascentes do Rio Vermelho tem atrativos de fácil acesso e área de lazer com mesas, lago artificial e pontes, perfeitas para um piquenique. Já o Parque Nacional das Emas oferece oportunidades perfeitas para quem busca aventuras nas águas límpidas do Rio Formoso.
 

Caminhando pelos vales e cânions do Sul

Os visitantes de Santa Catarina e Rio Grande do Sul possuem ótimas opções para curtir as férias em cinco unidades de conservação próximos aos limites entre os dois estados. Em Santa Catarina, o Parque Nacional de São Joaquim é famoso no inverno, onde as temperaturas caem abaixo de zero sendo possível até ver neve, mas também abriga uma grande beleza cênica com paisagens magníficas. Na fronteira, os mais belos cânions do país se misturam à Mata Atlântica e à Mata de Araucárias presentes na fronteira entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina que garantem aquele pôr de sol de arrasar.

Pertinho dali ainda tem as Florestas Nacionais São Francisco de Paula e a de Canela com araucárias centenárias, fauna local e trilhas com vegetação nativa. O Centro de Visitantes da Floresta Nacional de Canela é diversão garantida com atividades interativas e uma araucária esquemática que permite a visitação de dentro do tronco.
 
Quem puder ir mais um pouquinho para o sul vai se deparar com o Parque Nacional da Lagoa do Peixe, ponto de encontro entre a Lagoa dos Patos e o Oceano Atlântico cujo principal atrativo são as diversas espécies de pássaros.
 
Na Bahia, experiências históricas singulares
A Bahia possui uma grande gama de atividades que compreendem desde o seu litoral até o interior. No Sul, o Parque Nacional Marinho dos Abrolhos fica mar adentro na Costa das Baleias, onde as águas transparentes e de temperatura amena são ideais para o mergulho e a observação de animais marinhos, dos pequenos peixes até a gigante baleia jubarte.

A Bahia ainda oferece aos entusiastas em história do Brasil experiências únicas, como conhecer o local onde tudo começou. No Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal, o visitante vai estar na primeira porção de terra avistada pelos exploradores portugueses e imergir na cultura indígena. Imagina poder abraçar uma árvore com mais de mil anos e que inspirou o nome do nosso país? Isso é possível no Parque Nacional do Pau Brasil, que fica bem pertinho do Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal. 

No sertão baiano, o Parque Nacional da Chapada Diamantina encanta com suas paisagens espetaculares, morros e vales a perder de vista e ainda conta com a travessia do Vale do Pati, um dos trekkings mais consagrados do país.

 
 
Comunicação ICMBio

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notify of