Cinema de Arte da Cinépolis exibe Egon Schiele: Morte e a Donzela

0
100

Cinema de Arte da Cinépolis exibe Egon Schiele: Morte e a Donzela

<a href=Cinema de Arte da Cinépolis exibe Egon Schiele: Morte e a Donzela” width=”548″ align=”center”>

CINEMA DE ARTE DA CINÉPOLIS EXIBE EGON SCHIELE: MORTE E A DONZELA

*Filme do diretor Dieter Berner estreia nesta quinta-feira, 19, no Cinema de Arte do Cinépolis Iguatemi Alphaville
 
Sexto longa-metragem de Dieter Berner, 74, Egon Schiele: Morte e a Donzela terá estreia nesta quinta-feira, 19, no Cinema de Arte do Cinépolis Iguatemi Alphaville. O debate, sob o tema Egon Schiele: arte ou pornografia?, será conduzido pelo o crítico de arte Leandro Oliveira, que falará com o público sobre a vida e a obra do pintor vienense que à época, o início do século XX, escandalizou a sociedade com as suas pinturas de mulheres nuas.
 
O filme é uma adaptação do livro Egon Schielle – Death and the Maiden (2009), de sua mulher, Hilde Berger, 72. O sub-título refere-se à pintura a óleo sobre tela na qual uma mulher e um homem deitam-se em uma cama. Noah Saavedra, intérprete do artista, é modelo e estreia no cinema.
 
 
Crítica Estrangeira
Um bom drama histórico que nos aproxima da vida e pensamentos de Schiele e questiona o significado da arte.

Outnow/ Suíça
 
Egon Schiele mais do que cumpre a função em expressar ao público a vida e a obra desse pintor de renome mundial. E consegue isso com uma alegria surpreendente.
Tobias Dunschen, Critique-Film/França
 
A figura de Schiele é representada de forma coerente com a documentação histórica.
Roberto Semprebene, Silencio in Sala/Itália
 
A PALAVRA DE BERNER
Quando eu estava no ensino médio, Egon Schiele foi um “insight”. Foi incrível quando, de repente, todos os meus colegas de classe decidiram que ele era o melhor pintor de todos. Ele era o pintor da nossa geração. Eu só vi filmes sobre ele depois, e fiquei muito insatisfeito com todos. O romance de Hilde Berger e o jeito como ela abordou a figura de Egon, que sempre foi fascinante, foi o que me deu a grande dica (…) e a nossa abordagem consiste em tentar definir quais experiências nos trariam mais para perto desse pintor e nos diriam o que e o porquê de ele pintar.
Dieter Berner, cineasta
 
Sinopse
Viena, 1918. Egon Schiele escandaliza a sociedade com as suas obras moldadas na nudez de suas musas pelo erotismo e o sentido do efêmero. Vistas  como “pornografia repugnante”, é levado aos tribunais. As mulheres, inspirações mais significativas de sua arte, são a irmã mais nova, Gerti, e Wally Neuzil, a qual imortalizou na pintura “A Morte e a Donzela”. Foi o seu único e verdadeiro amor.
 
Ficha técnica
Egon Schiele: Tod Und Mädchen
Áustria-Luxemburgo, 2016
Diretor: Dieter Berner
Roteiro: Hilde Berger e Dieter Berner, baseado no romance de Hilde Berger
Elenco: Noah Saavedra, Maresi Riegner, Valerie Pachner e Larissa Aimee Breidbach
Drama histórico/Biográfico. 110 minutos. 14 anos
Distribuição: CineArt
 
Serviço
Cinema de Arte/Cinépolis Iguatemi Alphaville – sala 1
Alameda Rio Negro, 111 – Alphaville Industrial, Barueri – SP, 06455-000
De segunda-feira a sexta-feira  – 19h30
Sábados e Domingos – 14h
Mais informações: www.cinemadearte.com.br.
 
Sobre a Cinépolis Brasil 
A Cinépolis é a maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, com um total de 607 cinemas, opera mais de 5.018 salas, 100% digitais, em treze países.
 
Desde sua chegada ao Brasil em 2010, é a rede com maior crescimento no mercado. Atualmente, opera 51 cinemas em todo o Brasil com 386 salas, com marcas destaque como Macro XE e IMAX e Junior. A Cinépolis é a maior operadora de salas VIP no mundo e no Brasil foi a pioneira na implantação da tecnologia 4DX – salas com poltronas com movimentos e instalações para gerar mais de 20 efeitos especiais sincronizados com o filme.
 
Em 2018, pela terceira vez, o Cinépolis JK Iguatemi foi eleito pelo Guia da Folha como o melhor cinema da cidade de São Paulo (2015, 2017 e 2018) e sua sala IMAX foi apontada como a melhor sala individual do circuito.  Em 2017 e 2016, a rede Cinépolis ficou em 1º lugar no “Prêmio Estadão Melhores Serviços”, na categoria redes de cinema.
 
A constante inovação e o bom desempenho tem sido reconhecidos com diversos prêmios, dentre eles: Melhor Exibidor por quatro anos consecutivos (2011, 2012, 2013 e 2014), concedido no Prêmio ED (Exibição & Distribuição), realizado pelo Sindicato das Empresas Exibidoras do Estado de São Paulo.
 
Mais informações, acesse: http://www.cinepolis.com.br
 
Siga-nos nas redes sociais 😉
Facebook: https://www.facebook.com/cinepolisbrasil/
Twitter: https://twitter.com/cinepolisbrasil
Instagram: @cinepolisbrasil 
 
Sobre O Cinema de Arte
O Cinema de Arte é um projeto criado em Fortaleza em 1963, que tem o objetivo de exibir filmes de arte no circuito comercial de cinemas. A Cinépolis inclui o projeto em sua programação em dez capitais do Brasil: Fortaleza, São Luís, Natal, Recife, João Pessoa, Salvador, Manaus, São Paulo, Jundiaí e Ribeirão Preto.
O Cinema de Arte visa criar acessibilidade e fidelização do público, já que traz filmes premiados em Festivais Nacionais e Internacionais, destacados pela crítica e imprensa e que habitualmente não chegariam na maioria das cidades, onde é realizado.
O projeto exibe produções francesas, espanholas, brasileiras, argentinas, canadenses, alemãs, iranianas, entre outras. A seleção é feita através do acompanhamento dos filmes em exibição em festivais no exterior e no Brasil. 

 
Assessoria de imprensa Cinépolis Brasil:
Marione Tomazoni
 
 

Cinema de Arte da Cinépolis exibe Egon Schiele: Morte e a Donzela

 
 

Related Post

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of