Marina Ruy Barbosa é a estrela da capa da Vogue Brasil de março

1
290

Marina Ruy Barbosa é a estrela da capa da Vogue Brasil de março

Com mais de 23 milhões de seguidores só no Instagram, a atriz posa sem make para a revista, e conta como equilibra exposição e privacidade

Marina Ruy Barbosa, atriz de 22 anos que ama moda e vice-versa, conta em entrevista exclusiva como equilibra exposição e privacidade depois de ter virado obsessão nacional. Marina aceitou o desafio de aparecer com make zero (usou apenas filtro solar e lip balm) na capa desta edição em que veste look Colcci – e no recheio também.

Seu número crescente de seguidores é impressionante: a título de comparação, Gisele Bündchen tem 14 milhões de followers; Madonna, 10,8 milhões. Por que seus posts interessam tanto e a tanta gente? “Também me pergunto isso. Acho que é uma mistura de várias coisas: o fato de eu ter crescido em frente às câmeras de TV, sendo acompanhada por meninas que estavam crescendo junto comigo; estar nas novelas da Globo; e pela minha ligação com a moda, que é um assunto que acaba interessando muita gente que me segue. E também porque acho que tudo que eu divido é, de fato, sincero”, afirma.

Quanto à própria aparência, nem sempre foi tão segura. “Antes, tinha a necessidade de parecer mais velha nas fotos porque queria que os diretores me respeitassem. Dou risada quando vejo algumas hoje”, relembra. No patamar de estrela em que se encontra, Marina parece ter chegado ao equilíbrio entre o que vai para a internet e o que é íntimo e pessoal, driblou como gente grande o deslumbre que o assédio muitas vezes causa e domina como poucos a arte de viver on-line.

Em sua casa as regras são rígidas.”Peço para todo mundo colocar o aparelho numa cestinha para a gente conversar e interagir mais. (…) Casa é um lugar sagrado, onde acontece tudo de mais importante e íntimo da minha vida. Eu também não postaria uma foto de lingerie se não houvesse um trabalho por trás.” Coisa de quem sempre soube aonde queria chegar. “Eu sonho alto e sonho forte. Meu lema é ‘acredita que acontece'”, conclui.

Elba Ramalho fala à Vogue de março sobre a decisão de reconsiderar o voto de castidade feito há seis anos

Com um disco recém-lançado e outro por vir, a cantora Elba Ramalho já passou por mais de 30 cidades brasileiras em comemoração aos 20 anos de O Grande Encontro, projeto musical no qual se apresenta ao lado de Alceu Valença e Geraldo Azevedo. Em entrevista à edição de março da Vogue Brasil, a artista fala sobre novos projetos, seu lado religioso e que está repensando a decisão de viver sem sexo.

Solteira desde 2010, Elba fez um voto de castidade ao enfrentar um câncer de mama. Curada, dá sinais de que a opção pode não ser tão radical assim: “Quando aparecer um bom José, eu volto a namorar. Estou tranquila e conhecendo pessoas”, afirma. A fé de Elba é conhecida por seus fãs. A cantora assume mais uma vez sua religiosidade em paralelo à turnê, e acaba de lançar Eu Sou o Caminho, um “disco de louvor a Deus”, que inclui, entre outras participações, a do padre Fábio de Melo.

“Já tinha feito um disco de louvor a Nossa Senhora há 20 anos e agora canto a Deus. Mas é um álbum que não foge à minha história”, diz. Mas, é do Recife, cidade que tem o carnaval que emociona Elba, que vem a inspiração para o próximo disco de músicas inéditas. Previsto para ser lançado em abril, o novo trabalho promete surpreender os mais acostumados a uma Elba enraizada nas tradições do forró.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] plataformas de comunicação Vogue e Glamour, ambas integrantes da Edições Globo Condé Nast (EGCN), acabam de lançar dois cursos de […]