“Para onde ir” reestreia dia 7 de julho no Teatro Glauce Rocha

0
419

Sucesso de crítica, a peça “Para onde ir” reestreia dia 7 de julho no Teatro Glauce Rocha, 19h

Fotos-Lu-Valiatti-22A-1024×683.jpg” alt=”PARAONDE IR Fotos Lu Valiatti (22A)” width=”640″ height=”427″>Monólogo se aprofunda sobre as aflições na vida de um alcoólatra.
Foto: Lu Valiatti

 

“Uma performance extraordinária, que certamente constituirá um marco na atual
temporada. Quanto à direção de Viviani Rayes, esta merece ser considerada primorosa.
Yashar Zambuzzi consegue criar uma unidade entre textos tão diversos a ponto de conferir verossimilhança ao contexto em que se dá, de forma brilhante”. – Lionel Fischer

“Para onde ir” reestreia dia 7 de julho, sexta-feira, às 19h, no Teatro Glauce Rocha, Av. Rio branco, 179, centro, com sessões de sexta a domingo, sempre ás 19h, até 23 de julho, transformando o palco do teatro em uma taberna.

Construído a partir do personagem Marmieládov, do romance Crime e Castigo, escrito pelo russo Fiódor Dostoiévski (1821-1881), e da obra Uma temporada no inferno, do francês Arthur Rimbaud (1854-1891), em homenagem à poesia crítica do jovem poeta alemão Bertolt Brecht (1898-1956), o monólogo, com adaptação e atuação de Yashar Zambuzzi, marcou a estreia da atriz e produtora Viviani Rayes na direção. Ambos são fundadores da Te-Un TEATRO e, entre vários trabalhos juntos, atuaram e produziram a aclamada Blackbird (David Harrower).

Drama conta a história de Marmieládov, funcionário público, alcoólatra, que, após perder o emprego, vai beber numa taberna. Ele acompanha a chegada dos fregueses e aproxima-se ora de um, ora de outro, para contar-lhes as dificuldades que passa por conta do vício, a necessidade de sustentar sua família e as desventuras de sua vida. A peça dialoga com o público numa linguagem dinâmica e coloquial, promovendo um contato direto e desmistificador com dois grandes autores da literatura universal cujas obras têm, em comum, as situações extremas da vida.

O público ao entrar na sala de espetáculo, ou melhor, na taberna, recebe uma dose de cachaça e/ou café, para serem consumidos com porções de amendoim presentes nas mesas, onde podem apoiar o jogo americano que recebem na entrada, que nada mais é que o programa da peça. Tudo pensado e conduzido para tornar a experiência cênica num momento de grande interação. 

SERVIÇO:

Reestreia: 07 de julho de 2017

Temporada até 23 de julho

Horários: De sexta a domingo às 19h.

Local: Teatro Glauce Rocha – Av. Rio Branco, 179 – Centro – Tel: 2220 – 0259

Duração: 50 min

Gênero: Drama

Lotação: 202 lugares

Classificação indicativa: 14 anos

Preço R$30,00 (inteira) R$15,00 (meia)

 

“Uma envolvente proximidade presencial do público numa taberna viva, onde um alcóolatra solitário compartilha seu ácido desabafo no diálogo afetivo com alguns espectadores. Apurada e reveladora manipulação cênica de Viviani Rayes”. – Wagner Correa de Araújo.

 

‘Para onde Ir’ é uma experiência teatral que carrega toda uma densidade dramatúrgica que abre as janelas para a compreensão do espectro humano de um personagem soterrado pelas suas próprias misérias pessoais, que largou-se em algum ponto de sua estrada de vida”. Renato Mello

O Elenco

YASHAR ZAMBUZZI é ator formado pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (EAD-USP) e filósofo pela mesma universidade. Trabalhou no Centro de Pesquisa Teatral (CPT) com Antunes Filho, um dos mais renomados diretores brasileiros. Em 33 anos de carreira teatral, atuou em mais de 30 produções. Seus últimos trabalham foram o musical Um Violinista no Telhado direção de Möeller & Botelho, Blackbird direção Bruce Gomlevsky, A Tempestade direção de Vik Sivalingam, da Royal Shakespeare Company, Silêncio de Renata Mizrahi, entre outros.

 

A Direção

VIVIANI RAYES é pós-graduada em Direção Teatral pela CAL (Casa de Artes Laranjeiras/ RJ). Cursou Direção Teatral com José Renato, fundador do Teatro de Arena de São Paulo, e na Escola Técnica Martins Pena/RJ. É formada pela Escola de Teatro Ewerton de Castro e Escola de Atores Wolf Maya, ambas em São Paulo. Trabalhou com importantes diretores e tem vários espetáculos no currículo, em 19 anos de carreira. É fundadora e produtora executiva da Rayes Produções Artísticas.

 

FICHA TÉCNICA:

Elenco: Yashar Zambuzzi

Texto: Dostoiévski e Rimbaud, fazendo uma homenagem a Brecht.

Adaptação e atuação: Yashar Zambuzzi

Direção: Viviani Rayes

Figurinos: Rogério França

Iluminação: Elisa Tandeta

Trilha Original: Chico Rota

Cenário: Viviani Rayes e Yashar Zambuzzi

Programação Visual: Thiago Ristow

Ilustrações: Raphael Jesus

Fotos de Cena: Lu Valiatti

Idealização: Te-Un TEATRO

Produção Executiva e Realização: Rayes Produções Artísticas

Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias

 

Assessoria de imprensa

Minas de Ideias Comunicação Integrada

Carlos Gilberto

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of